A Magia em todo lugar!


Interior da Sala do Diretor

Compartilhe

Matthew Spencer

Mensagens : 205

Ficha
Verdello: Diretor Finwer
Habilidade Magica:
910/1400  (910/1400)
Varinha: Teca, 31 cm, coração de dragão

Re: Interior da Sala do Diretor

Mensagem por Matthew Spencer em 6/9/2015, 00:11

Matt ouvia atentamente as palavras da professora Valentine Kampfer, prestando a atenção em cada um de seus movimentos. Ela parecia empolgada, mas, de certa forma, apreensiva. O diretor interino gostaria de entender porque ela ficava dessa forma, pois ele era tão informal com todos, inclusive pregando peças e sendo nada convencional na maioria dos momentos em que se fazia presente... Enfim, era algo intrigante que ele gostaria de descobrir, até porque, ele não fazia a menor ideia de que essa Kampfer era a mesma que ele havia tido como aluna na juventude. Pois é, estava chegando aos 40 Matt.

Refletindo sobre a ideia, Matthew fez uma cara de sério até que Valentine terminasse de expôr todos os pensamentos, posteriormente se levantando e olhando no fundo dos olhos da moça.

- Senhorita Kampfer, saiba que George Gymotus odiaria sua ideia... - disse de forma dura e pouco habitual - Mas... Eu adorei! Gymotus era um chato mesmo, quem liga para o que ele pensaria? - completou descontraindo completamente o clima e dando umas risadas. Poderia imaginar a cara de Gymotus ao ouvi-lo dizer isso, quase sempre a mesma de quando ele dormia nos discursos dos professores, leia-se Spiegel, seguindo, claro, do tradicional chute na canela. Que diferença pro modo doce e engraçadinho como Kampfer o acordou esse ano.

Matt era um pouco visionário no aprendizado, ele não gostava muito da metodologia de sala de aula, principalmente em disciplinas mais teóricas como a de Kampfer. Embora acreditasse que teoria tinha sua importância, achava que a prática deveria alcançar um patamar semelhante.

"Espero que eu não tenha à assustado...".

Continuou rindo para tranquiliza-la e começou a pensar em como poderia ser feito. Acreditava que seria legal ter o jogo como uma forma de avaliação fosse importante e não via problema na realização mensal. Kampfer prosseguiu comentando que seria mais interessante que a floresta fosse utilizava, o que Matt concordou completamente, afinal, sempre quis dar passeios pela floresta em sua época de aluno.

- A floresta parece boa... - disse com uma cara de bobo pensativo - Claro, que a floresta não é tão perigosa quanto não parece, mas também temos os professores para ajudar... - pensou na coisa estranha que houvera acabado de dizer - Dependendo do horário de sua aula, acho bem plausível que possamos lhe ajudar... Sobre a frequência, acredito que possa ficar ao seu critério, fim do mês ou fim do ano, ou mesmo algo entre ambos, acredito que você saberá conduzir isso de forma interessante para a disciplina - finalizou se mostrando positivo à ideia.

Sem mais o que dizer, sentou-se novamente e sorriu para a professora num estilo "Te peguei né? Achou que eu não fosse aceitar". Kampfer era tão gentil e doce, além de ter ótimas e renovadas ideias em sua visão, era uma ótima professora e tinha tudo para melhorar cada vez mais, se tornando uma das melhores de sua geração.

Valentine Kampfer

Mensagens : 26

Ficha
Verdello: Professor
Habilidade Magica:
610/1000  (610/1000)
Varinha: Jacarandá, 24 cm, fio de cabelo de Veela e inflexível

Re: Interior da Sala do Diretor

Mensagem por Valentine Kampfer em 6/9/2015, 20:32

O Diretor começou seu discurso da forma que ela já estava esperando, porém, sua reação posterior a surpreendeu. Ele estava tão empolgado com a idéia, o sorriso na face da menina aumentou. Ele deu sua opinião, sua aprovação.

-Bem, podemos fazer no fim do ano, como uma esperança para as casas que estiverem precisando de pontos. A idéia é formar grupos de cada casa, nesses grupos podemos misturar os alunos. Quero que todos participem. – Dizia animada.
Seus olhos azuis brilhavam de uma forma diferente, eufórica. Alguém gostar de suas idéias, era raro, geralmente a olhavam torto e ignoravam. Sociedade tradicional.


- Agora mesmo irei arrumar mais detalhes. - Se levantou. Iria dizer mais alguma coisa, mas embolou-se. Respirou fundo para acalmar-se. – Obrigada. Muito obrigada mesmo. – Era doce com as palavras e sincera. – Vou deixar você com...Seus papéis. Até o fim da semana apresento a idéia mais elaborada, com as regras e afins. Com licença, qualquer coisa, me mande uma carta. Obrigada mesmo, Matt...Quer dizer, Diretor. – Atrapalhada com as palavras, Valentine ia se afastando até a porta para sair da sala.

Matthew Spencer

Mensagens : 205

Ficha
Verdello: Diretor Finwer
Habilidade Magica:
910/1400  (910/1400)
Varinha: Teca, 31 cm, coração de dragão

Re: Interior da Sala do Diretor

Mensagem por Matthew Spencer em 7/9/2015, 00:03

Foi como Matt imaginara... Inicialmente, Kampfer achava que estava tudo perdido, mas depois, não conteve a felicidade e abriu um sorriso ainda maior do que o anterior, ficando altamente animada. A moça acabou decidindo por fazer ao fim do ano, o que, para o diretor interino estava ótimo também. Ela continuava extremamente feliz, sem conseguir se conter e com os olhos brilhando, o que deixou Matt satisfeito.

- Sim, acho legal que todos participem para que possam aprender mais sobre Herbologia... Tenho certeza que vai ajudar - disse Matthew, lembrando as aulas chatas de Gymotus em sala de aula, ou no calor extremo das estufas.

Posteriormente, Kampfer se atrapalhou um pouco enquanto o agradecia e dizia que iria desenvolver melhor a ideia. Seguia radiante, Matthew se arriscaria a dizer que nunca havia visto alguém tão feliz em sua frente, aliás, quase implorou para que ela não o deixasse com os papéis dele, porque ele não aguentava mais aquela pilha. No final de tudo a moça ainda não sabia se o chamava de Matt ou de diretor enquanto ia se afastando.

- Pode me chamar de Matt... Somos colegas, não? - disse alto, se levantando para tentar fazê-la ouvr, e sorrindo - E sua ideia foi ótima... Powers, provavelmente, adoraria também - completou tentando passar ainda mais confiança. Era verdade mesmo, Powers também gostava de metodologias pouco convencionais.

Matt sentou-se novamente e fez uma cara feliz, havia sido legal fazer uma moça feliz, fazia um bom tempo que isso não acontecia.

Abriu uma das gavetas, pegando uma maçã e, colocando os pés em cima da mesa e a maçã próxima ao rosto, ficou pensativo. Ainda gostaria de descobrir porque Kampfer era tão formal com ele, aliás Kampfer... Será que ele já não houvera visto aquele sobrenome em algum lugar? Realmente, ele não parecia muito estranho e nem a moça que o carregava. Talvez, até por isso se sentisse tão à vontade para fazer suas peripécias próximo à ela, apesar de tão pouco tempo trabalhando próximos.

- Boa pessoa... Doce e gentil - disse com um sorriso no rosto - Mas ainda preciso saber como fazer minha aula de Defesa Contra As Artes das Trevas - continuou pensativo e deu uma mordida em sua maçã.

É... Aula de Defesa Contra As Artes das Trevas, como fazer? Hogwarts estava longe e seu período como professor de DCAT de lá ainda mais. Muito anos de uma pouca experiência e apesar de dominar o assunto, não sabia se conseguiria passa-lo aos alunos da melhor forma possível... Também não conseguia tirar Kampfer da cabeça... Kampfer e DCAT pareciam assuntos relacionados no momento... Tinha que se lembrar de, na próxima vez, perguntar a idade da moça, afinal, vai saber se eles já não tinham se esbarrado por aí e ele nem sabia. Talvez isso explicasse a sensação de déjà vu e boa vontade toda vez que à via - bem como o comportamento mais formal da mesma -, apesar de não saber quase nada sobre ela.

David Walker

Mensagens : 159
Data de nascimento : 12/01/1999

Ficha
Verdello: 5° Ano
Habilidade Magica:
422/1000  (422/1000)
Varinha: Tauari, 27 cm, Pêlo de Hipocampo

Re: Interior da Sala do Diretor

Mensagem por David Walker em 7/9/2015, 23:31

Dois pergaminhos entraram pela janela e cairam no colo do diretor

O primeiro, continha a letra do monitor recém nomeado por ele, David Walker. O segundo, a letra do professor Scalare.


Bilhete 01 - Walker:
Magnânimo Vice-Diretor Spencer

Gostaria de na primeira vez que nos falassemos, pudesse ser apenas para agradecer a minha nomeação como monitor, algo que estava ansioso por fazer.

Infelizmente, nosso primeiro contato não será só para isso. Wayne e eu estamos esperando o professor Scalare para nossa primeira aula de poções, mas com o atraso dele resolvemos ver se estava tudo bem. Porém tudo que encontramos foi esse segundo bilhete em sua sala vazia.

Espero que esteja tudo bem,
Atenciosamente,
David Walker.


Bilhete 02 - Scalare:
Caro Vice-Direto Spencer

Sinto lhe informar dessa maneira, mas nesta noite minha saúde voltou a fraquejar.

Sei que Edoras passa por um momento delicado e precisa de todos os seus professores para reforçar não só o quadro acadêmico, mas como a propria segurança da instituição, mas infelizmente não posso aguentar, precisso me retirar.

Gostaria de podermos conversar pessoalmente, mas minha saúde urge por repouso. Dessa forma, estou me ausentando para me tratar e terei que abandonar novamente o cargo de professor de poções. Precisando, estarei em minha casa.

Espero que entenda, espero não lhe vir a lhe causar muitos transtornos.

Com sinceros pedidos de desculpas,
Magnus Scalare

Matthew Spencer

Mensagens : 205

Ficha
Verdello: Diretor Finwer
Habilidade Magica:
910/1400  (910/1400)
Varinha: Teca, 31 cm, coração de dragão

Re: Interior da Sala do Diretor

Mensagem por Matthew Spencer em 8/9/2015, 09:14

Não demorou muito para toda aquela papelada ficar desinteressante e Matt começar a dormir em um cochilo eterno. Estava tendo um sonho estranho, onde Powers havia voltado, só que se aposentado e nomeado Spiegel como diretor. Edoras agora estava toda regrada e todos os discursos da cerimônia de abertura eram de Spiegel e o mais assustador, ele tinha uma reunião semanal de 2 horas com Spiegel! Que pessoa em sã consciência aguentaria isso?

Eis que dois pergaminhos entraram pela janela da sala e caíram no colo do diretor, que subitamente acordou caindo da cadeira.

"Céus! Que pesado!".

Realmente, põe assustador nisso, demoraria alguns anos pra superar pelo visto. Foi quando notou ambos os pergaminhos, pegando-os e se levantando para sentar novamente.

Abriu primeiro o de Walker e se espantou com a escrita do rapaz. "Magnânimo", adjetivo interessante, e não deixava de ser verdade. Achou engraçado e mesmo não gostando de formalismos, achou legal.

Abrindo em seguida o de Scalare, foi o fim do mundo para ele.

- Ah não! Trato de Criaturas Mágicas e Defesa Contra As Artes das Trevas tudo bem! Mas eu não vou dar aula de Poções! - disse indignado indicando que não pretendia assumir mais uma disciplina - CARSON! - completou "chamando" o ex-professor substituto de Poções. Alguém ouvindo naquele momento poderia jurar que o próprio Carson ouviria.

Rapidamente então, pegou um pergaminho em branco e escreveu para o próprio Carson Solomon:

Carta para Carson Solomon:
Prezado Carson Solomon

Venho por meio desta lhe convidar para, mais uma vez, substituir o professor Magnus Scalare ministrando aulas da disciplina Poções.

Atenciosamente,
Diretor interino Matthew Spencer.

A carta era simples e direta, pois não acreditava que precisava de tantos formalismo para realizar o convite a Carson, que houvera acabado de deixar Edoras, devido ao retorno de Scalare, e, para Matthew, era inclusive o sucessor natural do mesmo, uma vez que, como podemos ver, Scalare não iria mais durar muito lecionando na escola.

Chamou então uma coruja aleatória do castelo e enviou a carta ao seu destinatário. Apesar da tranquilidade como lidou com a situação, se preocupando mais se daria aula de Poções ou não, Matt desconfiava de Scalare nesse momento... Por que ser tão repentino? Estava tão bem no dia anterior, e agora, novamente, doente? Ele entendia que, nessa idade, o corpo é mais frágil, mas aquilo estava se tornando frequente demais e suspeito.

"Espero que Carson aceite... E o que Scalare está tramando?".

Pensativo, esperava que o professor não tivesse se metido em alguma confusão, ou pior. Achava Scalare muito fingido em certas atitudes, mas não desejava que algo de mal ocorresse a ele, afinal, foi um bom professor para Matt e sempre leal à escola.

Matthew Spencer

Mensagens : 205

Ficha
Verdello: Diretor Finwer
Habilidade Magica:
910/1400  (910/1400)
Varinha: Teca, 31 cm, coração de dragão

Re: Interior da Sala do Diretor

Mensagem por Matthew Spencer em 9/9/2015, 17:28

Bem, Matt havia perdido a vontade de dormir após o cochilo e resolveu, finalmente dar ma olhada em todos aqueles papéis. Algumas tarefas eram simples e fáceis de resolver, mas outras demandariam tempo. Eram desde problemas administrativas até pedidos de manutenção do castelo, passando claro, pelas relações externas, com Verdello e com as autoridades mágicas brasileiras e pela contratação de novos professores, principalmente para os cargos nos quais ele mesmo era interino. Até gostava de lecionar essas disciplinas, mas em algum momento outras pessoas teriam que fazê-lo, se não Matt não teria tempo para fazer outras coisas para a escola. No tempo em que Powers estava presente, ele conseguia lecionar diversas disciplinas e ainda sacanear Spiegel nas horas vagas, mas agora ficava difícil arrumar tempo.

Felizmente, conseguiu organizar todos os documentos e fazer o que era possível no momento antes do dia findar, o que poderia lhe dar um tempo precioso nos dias seguintes. Matt simplesmente não conseguia ter uma abordagem metódica e organizada quando o assunto era trabalho, tudo consistia em um pico de energia em um certo momento, que o fazia ter forças para finalizar todo o seu trabalho.

"Acho que terminei!".

Levantou-se então e foi até a parte da sala que tinha uma grande janela e dava vista para toda a paisagem fora do castelo, sem antes passar por Tutty, coruja do diretor Powers e brincar um pouco com a mesma.

- Chasseuers - murmurou, se lembrando daqueles que ele e os demais professores estavam discutindo dias atrás.

Já houvera tomado algumas providências, mas ainda não havia recebido respostas, o que era natural, dada a burocracia no Conselho Mágico Brasileiro. Isso o deixava um pouco apreensivo em certos momentos, ainda mais depois da saída extremamente esquisita e suspeita de Scalare. Será que o professor havia se metido em alguma roubada? No dia da reunião parecia claramente alterado.

Foi então que uma coruja bateu no vidro de sua sala emprestada carregando um bilhete. Matt se aproximou e deixou a mesma entrar, parecia bem dócil e adestrada, praticamente lhe entregando o bilhete em suas mãos.

- Bom trabalho Dona Coruja! Quem lhe enviou heim? - disse olhando para o bilhete. Ao ler de quem se tratava ficou, de certa forma, feliz - Kämpfer! Vamos ver o que me trás dessa vez - completou, com certo entusiasmo, começando sua leitura

Matthew já começou se surpreendendo com o início do bilhete, lhe chamando de "Matt" pela primeira (ou segunda?) vez na vida, a professora pedia uma companhia para a ida na floresta mapear as plantas. Ao ler o "Matt", Spencer não pôde deixar de sorrir, era legal ver que Kämpfer não estava mais tão apegada ao formalismo com ele, mas o que o surpreendeu mesmo foi a parte em que dizia "Você deve se lembrar que não tive uma boa experiência indo a floresta de Hogwarts sozinha".

"Então nos conhecemos de Hogwarts... Será que?".

Matt então se lembrou de seu período em Hogwarts e ligando o fato de Kämpfer lhe chamar de professor em um momento ou outro, lembrou de uma tal aluna "travessa" e também lufana que tinha lhe dado um certo trabalho.

- Será? - disse incrédulo - Nossa, se for ela mesmo eu estou muito velho - completou com um sorriso meio bobo e se achando idiota por não ter percebido antes. Teria que olhar isso no arquivo de Edoras, ou, tentar inferir com a mesma na floresta, afinal, seria uma boa oportunidade para conhecê-la melhor. Ficou feliz também de ser a primeira opção, embora fosse natural, já que ela só havia comentado sobre sua ideia com ele.

Sentou-se então em sua mesa, para escrever rapidamente uma pequena carta:

Carta para Valentine Kämpfer:
Olá Kämpfer,

Ficaria muito feliz em ajudá-la com seu trabalho de mapeamento. Acredito que será uma experiência positiva acompanhar seu trabalho de perto e, quem sabe, poder ajudar.

Matthew Spencer.

A carta era bem informal e respondia positivamente ao convite. Matt não gostava muito de Herbologia, mas até que sabia bastante coisa, graças aos constantes esporros de Gymotus. A disciplina também não era odiada por ele como História da Magia, por exemplo.

Chamou, mais uma vez, uma coruja aleatória do castelo e a pediu para encontrar Kämpfer. A noite já estava chegando e seria bom já entrar em contato com ela.

"Até que eu descobri bastante coisa sobre ela hoje...".

Pensava sorrindo enquanto saía da sala para tomar um ar, afinal o dia havia sido meio parado, embora tivessem acontecido muitas coisas, sendo que a maioria foi dentro da sala do diretor. Ficar confinado não era muito bom, então decidiu andar um pouco pela Torre Sul enquanto pensava. Não conseguia tirar os acontecimentos anteriores da cabeça, nem sobre os caçadores de tesouros, nem sobre Scalare, nem sobre DCAT e nem sobre Kämpfer, apesar da última ser a única coisa positiva que lhe ocorreu durante o dia.

Começou a pensar mais então em como Kämpfer conduziria o jogo... Seria interessante ver o desenvolvimento da boa ideia da professora.

Conteúdo patrocinado

Re: Interior da Sala do Diretor

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: 25/2/2017, 03:49